Odebrecht nega obras na Guiné e patrocínio à Beija-Flor

Odebrecht – nota: recebi às 16:45 de hoje, segunda, 5 de outubro, o email abaixo, desmentindo obras na Guiné Equatorial e o patrocínio à Beija-Flor. Agradeço à CDN e divido com vocês a informação.

“Boa tarde, Lilian,

Ao contrário do que é afirmado no texto deste post: https://lillianwittefibe.com/2015/10/03/parte-2-lula-e-a-guine-a-da-beija-flor-patrocinada-pela-odebrecht/, a Odebrecht não patrocinou o desfile da Beija-Flor, nem participou de obras na Guiné. Segue nota da empresa:

Nota de esclarecimento

“A Odebrecht não patrocinou o desfile do Grêmio Recreativo Escola de Samba Beija-Flor, do Rio de Janeiro. A Odebrecht esclarece ainda que nunca realizou obras na Guiné Equatorial. A empresa chegou a manter um pequeno escritório de representação no país africano, mas ele foi desativado em 2014.”

Atenciosamente,

Fernanda Marques