Amuados pelo mesmo motivo?! Os dois?!

Parece que tem alguma coisa muito errada quando Lula e Eduardo Cunha (o presidente da Câmara dos Deputados, eleito pelo PMDB do Rio) embarcam na mesma canoa de muxoxos.
Os dois (ou seus acólitos não identificados) andam reclamando do trabalho da Polícia Federal, do Ministério Público e/ou do Poder Judiciario.
Ora se queixam de perseguição, ora de excessiva autonomia dos investigadores (ainda que mal lhe pergunte: quem acredita em investigação sem independência?).
Soltam notinhas aqui e acolá em que acusam o Planalto de tratamento mais camarada a um ou outro personagem.

Ou mandam dizer que é tudo culpa do ministro da Justiça, que por sua vez não consegue mandar na Polícia que chefia.

Ou ainda: que a presidente seria no mínimo omissa em relação aos investigados.
Desculpa, mas como é que é?