Os vários atoleiros do Brasil

Hoje, na edição diária da Economist chamada Espresso: são incalculáveis os danos ambientais causados pela chegada, amanhã, à Costa do Atlântico, de milhares de toneladas da lama tóxica vindas da tragédia de Minas Gerais.


As estatísticas cada vez piores sobre desemprego, inflação, recessão, ou sobre o buraco orçamentário do país mostram os vários outros atoleiros em que o Brasil se meteu. Sair deles talvez seja ainda mais difícil do que limpar a lama da Samarco.
Para assinantes, em inglês, com o título: “Toxic waste: Brazil’s many messes”
http://econ.st/1LmeuOB

De minha parte: desanimada com os rumos do País. Depositando grandes esperanças nas nossas instituições democráticas.