Nunca antes na história deste País se demitiu tanta gente

Que pena. O que será que a presidente Dilma tem a dizer sobre isso?


Não bastasse o desemprego ter saltado de 4,7% em outubro do ano passado) para 7,9% (outubro deste ano),  conforme número divulgado ontem pelo IBGE, o Ministério do Trabalho soltou hoje estatísticas sobre o encolhimento dos empregos formais.

Os cortes de vagas mais do que quintuplicaram de um outubro pra outro.
Em 2014, o mês já não foi nenhuma maravilha. Foram cortadas mais de 30 mil vagas.

Mas agora em 2015 foram fechadas 169.131 vagas. Só em outubro.
Ao contrário do IBGE, que mede também a atividade da economia informal, os números do Ministério do Trabalho são levantados através do cadastro geral de empregados e desempregados formais, isto é, daqueles regidos pela CLT. E abrangem os trabalhadores que, quando registrados, têm acesso a fundo de garantia, hora extra, seguro desemprego, férias, décimo terceiro e aviso prévio.
E o que se vê de novo hoje é que a presidente Dilma vai batendo um recorde atrás do outro.
Agora, conseguiu bater o Plano Real, que tem 21 anos.
A pesquisa sobre o emprego formal começou a ser feita há 23 anos, dois antes do lançamento do Plano Real, isto é, em 1992.
O PT, ou o ex-presidente Lula, que cravou o bordão, já podem dizer de novo o famoso: “nunca antes na história deste país”.
Nunca antes se demitiu tanta gente quanto agora.