Comparador de preços gratuito

A recessão está feia e o Natal – ó céus – se aproxima. Terça-feira já é dezembro. 2015 voou.


Essa associação que procura defender os direitos do consumidor abriu a não sócios seu comparador de preços.
Em tempos tão difíceis, imagino que possa ser útil a vocês, com quem divido a informação:
http://www.proteste.org.br/compare-gratis?utm_source=twitter&utm_medium=post&utm_campaign=TW_compare-gratis

E não custa relembrar: juizo perto do caixa, gente!

E mais juízo ainda com o endividamento.

Nem adianta voltar agora à tecla gasta dos juros proibitivos que se pagam pra qualquer coisa no Brasil.

Exceção, claro, são os empréstimos de longo prazo, feitos com condições de pai pra filho pelo BNDES. Todos com nosso dinheiro. Gerando o que eles batizam de déficit público. Que precisa ser coberto por quem? Não pelos privilegiados que tiveram acesso aos jurinhos bem baixinhos (negativos mesmo) dos nossos impostos. Mas pela gente. Daí o tamanho do escândalo em defesa da CPMF.

Comparem preços. E fujam dos juros como os políticos de Brasília fogem da Polícia Federal, tá bom?