Vão lamber sabão

Abuso de autoridade, né?
Deixa ver se eu entendi. Segundo alguns dos mais recentes pronunciamentos do Supremo Tribunal Federal, as prisões preventivas  dos criminosos do colarinho branco, em particular as de Curitiba e do Rio de Janeiro, vinham sendo estendidas demais.
Andaram soltando Eike Batista e José Dirceu.
Ontem, o Brasil soube que a propina corre solta.
Há poucos dias, soubemos também que, de dentro da cadeia, tinha gente se articulando pra destruir provas.
Cadê mesmo os erros ou alegados excessos da força tarefa da Lava Jato.
Ou dos valentes juízes de primeira instância, cujas famílias são ameaçadas de morte?
Pra ser franca, usando uma expressão bem antiga: vão lamber sabão.